Karina Kawka (PhD Student @ McMaster University - Canadá)

 

Você sabia que vírus podem ser utilizados como vetores no tratamento de doenças hereditárias?

 

Aqui no BRASA Publica, Karina, aluna de doutorado no Latulippe Lab na McMaster University, no Canadá explica sobre o processo de purificação de vírus com potencial terapêutico. Karina apresenta o seu artigo publicado na Revista Científica Separation and Purification Technology (para ver o artigo na íntegra, clique aqui!)



 

Para a utilização de vetores virais para potenciais usos terapêuticos, o DNA do vírus deve ser removido. Com isso em mente, Karina, em seu trabalho determinou novos processos para aumentar a eficácia da purificação do vírus. O estudo observou que o processo de centrifugação antes da etapa de digestão aumenta a eficácia na removação do DNA. Além disso, o estudo observou que diferentes enzimas tiveram diferentes performances, e com isso, selecionaram a enzima mais efetiva para o processo de digestão do DNA. E por fim, utilizando as condições determinadas, Karina e os demais autores avaliaram o nível de digestão do DNA, e observaram uma melhora na redução do DNA do vetor viral em 80 vezes. Um resultado melhor que todos os estudos previamente publicados pelo laboratório. 

 

Caso você queira saber mais detalhes sobre o estudo de Karina ou tem interesse ou dúvidas, acesse os links abaixo:

Latulippe Lab @ McMaster ● LinkedIn ● Twitter ● email

Não conseguiu ter acesso ao artigo, entre em contato conosco por aqui.

 

Other news